Rituais: como podem ajudar líderes e organizações neste novo cenário do trabalho?

São ações repletas de simbolismo e significado que uma pessoa ou um grupo realiza repetidamente, seguindo um script definido. São feitos com intencionalidade e consciência. Um bom ritual conta uma história que, geralmente, ajuda a dar sentido para algo. Os rituais podem variar em intensidade e frequência. Alguns podem ser diários, outros podem ser mensais, anuais ou acontecer uma única vez. Podem variar em significado, alguns sendo muito significativos, outros pouco significativos.


Os rituais parecem ser uma estratégia sutil para provocarmos mudanças profundas e significativas já que eles não possuem uma abordagem direta e transacional. Porém, eles são muito efetivos em traduzir identidade, princípios e objetivos em algo concreto, contribuem para a construção de sentido e significado coletivo.


Como usar Rituais no Trabalho?


Rituais são sobre criar sentido: como tornar nossas vidas, nossos times e nossos produtos mais significativos? Rituais podem intencionalmente contribuir com a cultura organizacional. Muitas vezes, quando pensamos em cultura nos referimos a coisas abstratas como crenças, valores, pressupostos (invisíveis). Os rituais podem ser uma estratégia para tornar essas ideias abstratas em ações práticas.


O Poder dos Rituais – como e por que eles funcionam?


Os rituais são capazes de regular as emoções das pessoas, mantendo-as calmas. Também, regulam a performance, ajudando-as a agir de forma mais estável e focada. Por fim, os rituais auxiliam no senso de pertencimento, resultando em conexão social estável.


- Rituais aumentam performance e reduzem ansiedade: esse estudo sugere que o uso de rituais antes de atividades ou tarefas estressantes acalmam e auxiliam na execução da atividade.

- Rituais auxiliam a lidar com transições negativas: os rituais reduzem o luto e aumentam senso de controle em situações incertas ou de perda.

- Rituais promovem performance motivando e aumentando o vínculo entre as pessoas

- Rituais aumentam a criatividade

- Rituais melhoram a qualidade da experiência

- Rituais favorecem a auto percepção de eficiência



Os Princípios dos Rituais

  1. Fator “Mágico”

  2. Feito com intencionalidade – presente em um momento especial

  3. Carrega um valor simbólico forte – que gera um senso de propósito e além prático

  4. Evolui com o tempo e as necessidades das pessoas envolvidas


O contexto da liderança


Não é possível seguir adotando as mesmas rotinas e práticas que existiam no contexto 100% presencial. Aos líderes será exigido uma nova forma de liderar, ainda em construção. Não será possível basear-se no cenário passado para pensar o futuro. O líder precisará “despedir-se” de muitas práticas que eram produtivas ou editá-las. Precisará entender as necessidades do seu “novo grupo” e “cultura a ser implementada” para que possa, coletivamente, criar rituais adequados ao novo cenário. Um cenário que vivemos atualmente de múltiplas e diferentes necessidades de funcionários, os rituais podem funcionar como uma estratégia coletiva para formalizar novas práticas de gestão e promoção da cultura desejada.


Perguntas que podem auxiliar o Top Management, áreas de RHs e líderes:


Quais são as necessidades dos indivíduos e times estão emergindo?


Que tipo de cultura queremos nutrir? Consequentemente, quem queremos atrair e manter?


Essas perguntas podem guiar a liderança para iniciar o desenho coletivo de rituais que irão sustentar as necessidades dos indivíduos e da organização.


Implementando Rituais:


  1. Crie um espaço seguro

  2. Facilite o desenho de Rituais coletivamente

  3. Encontre “defensores” da causa

  4. Não imponha Rituais Top Down

  5. Não chame de Ritual, simplesmente faça

  6. Mantenha-o barato e leve

  7. Explore o carisma de formador de opinião – identifique quem compra as ideias com facilidade (não serão todos os líderes, identifique o pequeno grupo)

  8. Não confunda Ritual com Rotina

  9. Ritual pode ser um meio de construir hábitos

  10. Vá além da Diversão – rituais para conflitos, aumento da resiliência, lidar com situações desafiadoras são bem vindos

  11. Faça seus próprios rituais – inspire-se nos dos outros, adapte-os, customize intencionalmente e veja se funcionam para você

  12. Os rituais não duram para sempre – mantenha-os até que sejam úteis

  13. Não sobrecarregue as pessoas no início – nem muito familiar, nem muito novo


Vamos adorar saber sobre novos rituais que você desenhou com seu time.


Conta aqui nos comentários!


Texto inspirado no livro:


HAGAN, PhD, Margaret; OZENC, PhD, Kursat. RITUALS FOR WORK – 50 Ways to create engagement, shared purpose and a culture that can adapt to change.